Monday, February 18, 2008

CEGUEIRA PIOR AINDA

Na terra de cegos havia um rei de um olho só;
Via com seu olho único o que a plebe apenas percebia;
Na terra de cegos havia um rei cego de um olho só;
Se sentia poderoso, habilidoso, formoso e cheio de força, pois podia ver, pouco, mas podia.
Se esquecia apenas que também era cego, pior ainda é que sua cegueira era o que ele nunca via;
Isso fazia o rei dos cegos o pior cego que havia.

Seus súditos? Tinham no rei-cego seu ídolo, seu deus;
Não sabiam de sua cegueira, mas sabiam que precisavam que alguém visse;
Um cego guiava os cegos na terra de cegos;
Os cegos não viam que seu rei não via;
A cegueira dos cego eram trevas nos olhos e trevas na mente;
Os olhos não viam, as mentes não sabiam.

Quem tiver ouvidos que ouça;
Quem tiver olhos que veja;
Que olhemos pra nós, olhando quem somos, mas vendo, prioritariamente, quem não somos.


Um basta aos reis cegos que escondem do povo seu estado de cegueira, manipulando consciências, usando ignorâncias e se alimentando do sangue crédulo dos fracos e pequeninos irmãos. A estes aguardam as trevas eternas.

“Senhor, que nos abram os olhos” Mt 20.33


Saúde e Paz

Fabio

4 comments:

Nelson said...

ultimamente tenho sido o oposto do rei cego. tenho me visto exatamente como não sou, e pior, o que sou.
não podemos ser tolhidos por nossa falta de visão, que muitas vezes é guiada por outrem.

Nelson

MMBelchior said...

Às vezes me sinto inclinado a acreditar que os reis cegos realmente crêem serem reis e sãos. Acreditam de verdade terem sido escolhidos para serem especiais entre seus semelhantes cegos... às vezes começo a me perguntar se em vez de manipuladores também não são simplesmente manipulados e tão vítimas quanto seus seguidores são. Tendo um olho são, por que não querem ver sua condição? Ou será que o que com o olho são vêem é completamente por outro distorcido?... isso faz do rei cego realmente o pior cego que há... começo a acreditar que a participação do rei cego em sua cegueira é muito menor do que eu supunha.

carlos said...

Que vida é essa? Que se vê ma não se enxerga, se escuta mais não ouve. Peço a Deus que não permita que eu viva isso novamente.

Pr. Fábio na minha opinião este é o melhor texto publicado aqui.

Carlos

Nelson Siqueira said...

Pastor, não some do blog! rsrs
Esperamos outros textos...
abração