Monday, September 27, 2010

AS PERDAS QUE ME LIMPAM.


"Mais do que isso, considero tudo como perda, comparado com a suprema grandeza do conhecimento de Cristo Jesus, meu Senhor, por cuja causa perdi todas as coisas. Eu as considero como esterco para poder ganhar a Cristo" Filp 3.8

Tenho pouco a dizer, apenas reafirmar que as coisas que muitos querem, alimentados na maioria das vezes pela vaidade e pelo engano, é apenas esterco. Perde-las é mais que perda é limpeza, é purificação. Santo e santificador prejuízo.

Paulo se refere assim a tudo que tinha e foi em seu passado no exercício do farisaismo. Seu zelo religioso o fez um assasino e perseguidor da Igreja.

Títulos, aplausos, reconhecimento humano, poder, platéias lotadas, e tudo que possa alimentar o ego, quando perdido, não é perda apenas é purificação.

Para quem quiser estas coisas, uma lembrança: o ouro que tanto consideras e desejas não passa de esterco, bosta mesmo. Há gente viciada nisso.

Deus, que um dia me livrou, me livre.

Fabio

4 comments:

Mario Correa said...

Muitos pregam o reino de Deus, mas se apegam mesmo é às coisas que a ferrugem e a traça corroem.
Não que seja errado desejar ter posses materiais, pois digno é o trabalhador de seu salário. Mas a cobiça, o querer sempre ter mais e mais e mais é a raiz de todos os males.

Ellen Aread said...

Q profundo e marcante esse título! Bom, muito bom!

Bjussss

jose luis said...

Deus tem que ser para mim e para você, ponto de encontro uma única voz
Convertendo-nos uns aos outros e trazendo a paz.
Mais a cada dia um abismos de solidão se forma entre os homens esquecendo Deus e vivendo a religião.
Quando eu penso no futuro,
Não esqueço o meu passado.
Que aconteçam perdas

Um abraço Pastor

Thiago said...

Muitas "perdas" são ganhos quando estamos mais vazios para sermos preenchidos por aquilo que realmente presta nessa vida: Jesus.

Deus continue te abençoando, cara!

Thiago Salgado.