Thursday, April 17, 2008

ENDEMONIANDO

Se eu peguei dengue, foi o diabo que me picou. Endemoniei o mosquito. Endemoniei uma política de saúde pública vergonhosa. Endemoniei o vaso de planta, a poça dágua, a piscina abandonada. Endemoniei o vizinho. Me endemoniei.

Se eu fiquei duro, sem grana, foi o diabo que me roubou. Endeminiei minha má administração. Endemoniei a possibilidade de não ter construído um caminho profissional profícuo. Endemoniei ainda mais a injustiça a social, já endemoniada por natureza.

Se meu casamento está em crise, foi o diabo que gerou contenda. Endemoniei meu jeito turrão, minha cabeça dura, minha possível postura egoísta. Endemoniei minha escolha. Endemoniei minha esposa.

Se não me porto direito na hora da adoração e da pregação, foi o diabo que me fez irreverente. Endemoniei a má educação.

Se o político em quem votei roubou, foi o diabo que o fez roubar. Endemoniei a safadeza do ladrão. Endemoniei minha desinformação.

Se o político em quem não votei roubou, foi o diabo que fez outros votarem nele. Endemoniei todos os eleitores que não votaram como eu.Endemoniei a diversidade.

Se não gosto de determinado estilo musical, foi o diabo quem compos a musica. Endemoniei a liberdade de gostar e desgostar. Endemoniei o respeito a liberdade.

Se olho para alguém e os pensamentos viajam para lugares impuros, foi o diabo que me seduziu. Endemoniei o desejo. Endemoniei a capacidade de olhar para outro lado. Endemoniei a vigilância.

Se não me importo com as lágrimas e o fracasso do outro, foi o diabo que o fez chorar e fracassar, o que posso fazer se ele "deu brecha"? Endemoniei a indiferença, o egoísmo e o desamor.

Se, se, se, se.

Endemoniar a vida é fácil, difícil é viver entendendo que temos responsabilidades.

Se conheceres a Verdade ela vos libertará.

Em Cristo, saúde e paz.
Fabio

6 comments:

Nelson said...

"Prefiro espiritualizar tudo a nada discernir" - exemplo de frase radical durante uma pregação do pr. exatamente sobre o assunto do texto. E acho que isso tem pelo menos uns 5 anos.
É pr. suas palavras a cerca da Palavra sempre disse respeito ao equilíbrio. E é assim que temos de ser sóbrios, equilibrados.
O que mais peço a Deus desde que me converti é sabedoria. Sabedoria pra discernir quando a culpa é minha e não "do diabo". Porque, acredito que na verdade, até mesmo quando "mal influenciados" erramos, o erro é sempre nosso.
Obrigado novamente por suas palavras de sobriedade pastor. obrigado

Fabiana Egídio said...

Olá Pastor Querido!

Como você está?

Eu fico muito feliz de poder ter acesso ao seu blog e desfrutar de tanto conhecimento!

Como existe negligência e exaltação ao inferno...

Ainda vemos atribuições de tanta falta de compromisso e responsabilidade lançadas por méritos do diabo...

E ele nem tem a chave da própria casa... precisamos ser sábios e a sabedoria vem do alto...

Obrigada pelas palavras!

Que Deus o abençoe,

beijo pra família!

Fabiana e Eduardo PVNI

carlos said...

Uma grande verdade este texto. Estamos sempre querendo achar um culpado, e ninguém melhor do que o diabo que já é essencialmente mal para colocarmos a culpa. Assumir a responsabilidade por nossas ações ou pela falta delas, é que é difícil.

Muito bom!

MMBelchior said...

Primeiro você diz que Deus não tem obrigação de me enriquecer; depois você diz que ele não faz negócio e não dá cem por um na oferta, que não tem obrigação de me curar e realizar meus sonhos e agora nem botar a culpa no diabo eu posso... esse evangelho é duro demais pra mim... vou procurar os pregadores eletrônicos - você é muito pessimista! feio! rsrsrsrsrsrrssss.

Fabio Teixeira said...

Vou responder,
Nelson, quando me referi um dia a essa questão eu estava tratando do outro extremo do assunto. Fato é que prefiro enchergar o equilibrio do que visualizar o panorama dos extremos abismais.
Marcelo "engraçado" Belchior,
Sei que você prefere a esperança realista que as promessas eletronicas do ilusionismo evangélico. Quanto ao feio ... é verdade.hehee

Abção

Juliano said...

!Fonte de grande riqueza ..
eh assim que defino esse Blog!

sintila esperanca..